Histórico
 19/08/2007 a 25/08/2007
 03/12/2006 a 09/12/2006
 14/05/2006 a 20/05/2006
 26/03/2006 a 01/04/2006
 19/03/2006 a 25/03/2006
 12/02/2006 a 18/02/2006
 02/10/2005 a 08/10/2005
 04/09/2005 a 10/09/2005
 28/08/2005 a 03/09/2005
 31/07/2005 a 06/08/2005
 01/05/2005 a 07/05/2005
 30/01/2005 a 05/02/2005
 02/01/2005 a 08/01/2005


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 Portal de Sampa
 Sampa Bus
 ÔNIBUS SP


 
 
Blog de Sampa


Avenida Paulista: 115 anos

Paulista: 115 anos com a elite econômica do país
Aniversário do cartão postal da cidade não terá comemorações

Nesta sexta-feira, dia 8 de dezembro, a avenida Paulista completa mais um aniversário. São 115 anos, todos eles acolhendo a elite econômica e financeira do país. Inaugurada pelo urbanista uruguaio Joaquim Eugênio de Lima em 1891, a avenida passou por diversas transformações em seu perfil arqutetônico e pouco lembra aquela via residencial do século 19. Este ano a prefeitura não preparou nenhuma comemoração.

Os primeiros imóveis da Paulista foram os casarões que serviram de moradia para os barões do café e para a burguesia industrial nascente na cidade. A partir da década de 30 sua paisagem começou a mudar e a avenida verticalizou-se. Hoje, não é exagero dizer que em seus arranha-céus está o centro financeiro do país.

Em 1990, foi realizada uma eleição para a escolha do símbolo de São Paulo. O resultado não poderia ser outro: Paulista na cabeça. Em seus 2,8 quilômetros estão alguns dos pontos turísticos mais conhecidos da cidade.

É ela que abriga o Museu de Arte de São Paulo (Masp). Projetado pela arquiteta Lina Bo Bardi, o museu é tão famoso por seu vão livre de 74 metros, como por seu acervo - que inclui obras de Van Gogh, Monet e Cézanne.

Bem em frente Masp está o Parque Tenente Siqueira Campos. Conhecido como Parque Trianon, a área é um pedaço de mata atlântica em meio ao caos urbano que ainda conserva espécies nativas de flora e de fauna.

No começo da Paulista fica a Casa das Rosas. Um imenso casarão projetado pelo arquiteto Ramos de Azevedo em 1928 e que hoje abriga uma biblioteca, uma sala de leitura e um amplo espaço para exposições. Ali perto também localiza-se o Hospital e Maternidade Santa Catarina. Construído em 1909, ele foi o primeiro hospital particular da cidade.

A Paulista é um universo de atrações. Além das já citadas, vale conhecer as exposições e shows do Instituto Itaú Cultural e do Centro Cultural Fiesp, a decoração natalina dos bancos Real e Personalité, os cinemas da avenida, que fogem ao estilo dos multiplex dos shoppings, ou simplesmente dar uma caminhada pelo cartão postal da maior cidade do país.

Fonte: Grupo Viagem



Escrito por Eduardo às 13h46
[ ] [ envie esta mensagem ]




[ ver mensagens anteriores ]