Histórico
 19/08/2007 a 25/08/2007
 03/12/2006 a 09/12/2006
 14/05/2006 a 20/05/2006
 26/03/2006 a 01/04/2006
 19/03/2006 a 25/03/2006
 12/02/2006 a 18/02/2006
 02/10/2005 a 08/10/2005
 04/09/2005 a 10/09/2005
 28/08/2005 a 03/09/2005
 31/07/2005 a 06/08/2005
 01/05/2005 a 07/05/2005
 30/01/2005 a 05/02/2005
 02/01/2005 a 08/01/2005


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 Portal de Sampa
 Sampa Bus
 ÔNIBUS SP


 
 
Blog de Sampa


Novo cadastro

SPTV

Quinta-Feira, 16 de Fevereiro de 2006
Novo cadastro

Começou hoje o cadastramento de quem usa o bilhete único. Folhetos que explicam a novidade estão sendo distribuídos nos terminais de ônibus e nos postos da Sptrans, que gerencia o transporte público em São Paulo

Com o cadastramento, o passageiro terá um bilhete único personalizado, com nome e RG. A idéia é combater as fraudes.

De casa para o trabalho e depois até a faculdade. Por dia, este estudante pega no mínimo seis ônibus. Ele usa o bilhete único pra economizar, mas só anda com o cartão sem crédito.

"Se eu perder o meu cartão por exemplo eu não preciso me preocupar, eu vou na lotérica e compro outro cartão idêntico e vou utilizando da mesma maneira", explica o estudante Matusalém Rodrigues.

A partir do dia 11 de março, o passageiro com bilhete único sem crédito e sem cadastro perde a facilidade de carregar o cartão dentro do ônibus. Vai ter que pagar uma viagem a cada embarque. Neste caso, a integração por duas horas não vale mais. Pra não correr esse risco, o estudante se cadastrou logo cedo: "vou fazer pra já a partir de março não ter surpresa".

Quem fizer o cadastro vai ter um bilhete único personalizado, com nome e número do RG. O formulário pode preenchido pela internet ou ser entregue nos postos da Sptrans e nas bilheterias dos terminais de ônibus. O novo cartão fica pronto em 90 dias.

Hoje de manhã, no terminal Bandeira, muita gente ainda não sabia da novidade:

"Fiquei surpresa não sabia. Vai fazer o cadastramento? Com certeza"

Sabendo agora, vai se cadastrar? "Fazer o que?, senão não posso usar".
 
Um informativo com todos os detalhes da mudança foi leitura obrigatória: "vou estudar um pouco mais, não li tudo ainda, mas acho que vai ser uma boa", explica Roberto Carneiro da Rocha, vendedor.

A intenção é estimular o passageiro a estar com o bilhete sempre com crédito, diminuindo assim as filas dentro dos ônibus e a circulação de dinheiro nos ônibus. Além disso, a medida deve coibir as fraudes, que representam um prejuízo de R$ 20 milhões por mês aos cofres do município. A mais conhecida é a da janelinha, onde mais de um passageiro utiliza apenas um bilhete.

O diretor da Sptrans José Carlos Martinelli falou com o SPTV sobre o assunto.

SPTV: Até que dia as pessoas devem se cadastrar?

José Carlos Martinelli: Não, vai ser aberto o cadastramento e esse cadastramento vai ficar sempre aberto.

SPTV: Como é que a Sptrans vai saber que a pessoa que está se cadastrando é a portadora do bilhete único?

José Carlos Martinelli: O objetivo do cadastramento é termos uma informação maior sobre as pessoas que utilizam o bilhete. O fato dela estar cadastrada faz com que o cuidado na utilização do bilhete seja maior. Se houver um desvio no cadastramento o próprio uso do bilhete vai levar a identificação ao uso regular do bilhete. O que nós queremos evitar é o uso irregular do bilhete.

SPTV: Quem deve se cadastrar? Em casos de pessoas que utilizam o bilhete único como vale transporte ou passe escolar a pessoa não precisa se cadastrar?

José Carlos Martinelli: Perfeito , quem tem vale transporte, bilhete escolar e idosos e deficientes não precisa se cadastrar.

SPTV: É só mesmo a pessoa que compra e que insere crédito no bilhete?

José Carlos Martinelli: São as pessoas que entram no ônibus com o bilhete comum sem o crédito carregado antecipadamente e são essas que precisam se cadastrar.

SPTV: E o que os passageiros ganham se cadastrando?

José Carlos Martinelli: A vantagem do cadastramento pro passageiro e, por exemplo, em caso de perda do bilhete que tenha créditos é mais fácil a identificação e a devolução dos créditos pra ele. Hoje quem tem o bilhete e não está identificado ele precisa saber o número do bilhete para ele ter a restituição de créditos e nem sempre isso a pessoa sabe o número do bilhete.



Escrito por Eduardo às 17h48
[ ] [ envie esta mensagem ]




[ ver mensagens anteriores ]